Simões Filho: Em nota Superintendente da Juventude, se diz vítima de agressão – Simões Filho Fm
Redação

Simões Filho: Em nota Superintendente da Juventude, se diz vítima de agressão


  •  
  •  
  •  

Ontem, 04.05.18 durante reunião da ASCOMVIDA – Associação dos Moradores do Conjunto Vida Nova, em sua sede social, houve um incidente, que envolveu David Farias, Neilton de Lima, conhecido como NEL, ambos moradores do Vida Nova, e o Vereador Sandro Moeira.

A equipe do imprensabahia, acompanha a muitos anos a luta da Diretoria da ASCOMVIDA, publicando as necessidades e reivindicações dos moradores.

Ontem, mais uma vez a equipe de jornalismo do imprensabahia registrouou, com exclusividade, o desenrolar da reunião e o estopim da confusão.

Hoje, mantivemos contato com o Sr. David Farias, para que ele expusesse suas explicações sobre os fatos.

Porém, devido vários compromissos, do entrevistado, não foi possível. Segue Nota Oficial, onde ele explica a sua versão sobre o que aconteceu, em sua primeira participação em uma reunião na ASCOMVIDA.

NOTA OFICIAL

AO IMPRENSABAHIA

Sou morador Vida Nova há 24 anos. Minha família foi uma das primeiras moradoras do Conjunto.

Ontem teve uma reunião da Associação de Moradores do Vida Nova, em que me fiz presente.

O vereador Sandro Moreira esteve presente a reunião, mesmo não sendo morador do bairro. Considero isso normal, afinal ele é um vereador.

Contudo, querer deslegitimar a presença de um morador do bairro (que eu sou), com argumentos vazios, é despropositado.

O vereador questionou os problemas que estavam sendo expostos e eu contraditei afirmando que são problemas históricos, que precisam ser solucionados pela atual gestão, mas que não foram criados nos últimos 16 meses. Foram problemas dos últimos 16 anos e que o vereador estava fazendo proselitismo político, por ser ano eleitoral.

Tudo estava ocorrendo no plano das ideias. Um debate duro, porém saudável, algo inerente ao processo democrático.

Contudo, o senhor Neilton Paulino de Lima, se exaltou, inclusive levantou da cadeira dizendo que “Sandro é vereador, mas eu não sou” e partiu para agressão física contra mim, um jovem de 26 anos e Sandro nada fez, manteve-se inerte.

Foram dois chutes e ameaças feitas pelo senhor Neilton, o que me fez noticiar o ocorrido a 22° Delegacia Territorial, a fim de preservar a minha integridade física.

Em virtude disso, decidi publicizar o ocorrido em minhas redes sociais, para me proteger de futuras agressões indevidas.

David Farias

Superintendente

SEJUV – Secretaria da Juventude – PMSF

Nota da Redação: Texto, enviado para ser publicado através de mensagem de whatsap.


  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *