Mega Trilha: Evento ciclístico é adiado em Simões Filho – Simões Filho Fm
por Redação

Mega Trilha: Evento ciclístico é adiado em Simões Filho


  •  
  •  
  •  

O evento ciclístico, Mega Trilha, realizando anual em Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador (RMS), cumprindo orientações dos órgãos controladores de saúde, é adiado e coordenação emite nota de esclarecimento.

O encontro seria realizado na próxima semana, domingo (22), em celebração ao dia municipal do Ciclista. Ainda segundo os coordenadores, eram esperadas cerca de 2 mil atletas, além dos simpatizantes.

Uma nova data será definida e amplamente divulgada.

Confira a nota na íntegra:

Em virtude da pandemia que assola boa parte do planeta, as Secretarias Municipais de Saúde e Desenvolvimento Econômico, por meio da coordenação de Turismo, “recomendaram o adiamento da 5° Mega Trilha”, que seria realizada no próximo domingo (22). A medida de precaução visa proteger a população de fatores favoráveis ao coronavirus.

“O intuito é resguardar a população, de fatores favoráveis à vírus, como o coronavírus, já que estima-se a participação de mais de 2 mil ciclistas, de diversas cidades. Não podemos correr riscos. A Organização Mundial de Saúde (OMS), afirma que a aglomeração de pessoas num mesmo espaço pode acelerar a dispersão do vírus”, argumentou a Iridan Brasileiro, secretária de Saúde.

Nesse sentido e levando os fatores indicados, a organização do evento em comum acordo, acatar as recomendações e adiou o evento.

Casos já confirmados em Feira de Santana e outros estão sendo investigados em Salvador, Lauro de Freitas e Camaçari. No município de Simões Filho não há casos suspeitos de contaminação pelo coronavirus.

De acordo com boletim oficial da OMS, o novo coronavírus nomeado oficialmente de Covid-19, já infectou mais de 100 mil pessoas no mundo e provocou mais de 3 mil mortes. Sua contenção é um desafio, já que o vírus é transmitido facilmente por vias aéreas, através do contato direto ou indireto com gotículas respiratórias de pessoas infectadas.

Segundo informações do Ministério da Saúde, no Brasil, já são 98 casos confirmados, até a publicação desta matéria. Além disso, mais 1.485 casos suspeitos estão em investigação, baseado no último boletim oficial.


  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *