Simões Filho: Contribuintes poderão obter benefícios fiscais da Prefeitura – Simões Filho Fm
por Redação

Simões Filho: Contribuintes poderão obter benefícios fiscais da Prefeitura


  •  
  •  
  •  

Os contribuintes poderão receber benefícios fiscais da Prefeitura de Simões Filho, entre eles estão os descontos no Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU e da Taxa de Vigilância Sanitária – TVS para o exercício de 2021. A iniciativa leva em consideração o momento de pandemia do novo Coronavírus e os impactos econômicos provocados.

Os benefícios que poderão ser pleiteados estão descritos na Lei nº 1185/2021. Para obter os incentivos fiscais, os interessados deverão formalizar requerimento administrativo até o dia 21 de setembro de 2021, junto a Secretaria da Fazenda (Sefaz), indicando o segmento da atividade econômica.

Entre os benefícios que podem ser pleiteados, estão a isenção da TFF de 2021 e a dedução de 1/3 (um terço) dos valores lançados do Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU e da Taxa de Vigilância Sanitária – TVS para o exercício de 2021.

Confira novos prazos de pagamentos, para os contribuintes beneficiados pela Lei 1185/2021:
1 – Taxa de Vigilância Sanitária (TVS):
Até o dia 22 de setembro de 2021.

2 – Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU):
Parcela única – com redução de 10% (dez por cento), até o dia 22 de setembro de 2021.

Parcelado – três vezes iguais e sucessivas, sem dedução, nas seguintes datas:
Cota Única ou Primeira Parcela – 22/09/2021;
Segunda Parcela – 22/10/2021;
Terceira Parcela – 22/11/2021;

Vale lembrar que o não pagamento dos tributos pelos beneficiários nos prazos fixados, implicará na perda dos incentivos fiscais concedidos, com o restabelecimento das parcelas deduzidas, na forma do artigo 3º da Lei 1185/2021.

Ao fazer a solicitação, os interessados deverão apresentar cópia dos seguintes documentos:
1 – Comprovante de opção do Simples Nacional, quando optante;
2 – Cartão de inscrição no CNPJ;
3 – Documento de identificação do sócio, que subscreve o requerimento;
4 – Contrato Social e última alteração;
5 – Documento de vinculação com o imóvel onde funciona o empreendimento, para efeitos de dedução do IPTU (documento de propriedade, contrato de aluguel);
6 – Endereço de e-mail e número de telefone atualizado.


  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *