Italianos receberão 500 euros para compra de bicicleta – Simões Filho Fm
por Redação

Italianos receberão 500 euros para compra de bicicleta


 
 
 

Itália aprovou uma ajuda de até 60% no valor da compra de uma bicicleta, num máximo de 500 euros, incentivando a mobilidade sustentável e uma alternativa ao transporte público, no contexto da pandemia de covid-19 e para o futuro.

Esta “ajuda à mobilidade” – incluída no decreto de auxílio financeiro aprovado na quarta-feira pelo Governo e para o qual estão destinados 120 milhões de euros – será válida até ao final deste ano e poderá ser usada por todos os habitantes das cidades com mais de 50 mil pessoas.

Além das bicicletas clássicas e elétricas, os italianos poderão comprar com essa ajuda todos os tipos de veículos não poluentes, como trotinetas elétricas ou “segways”.

Esta é uma maneira de “incentivar formas alternativas de mobilidade sustentável ao transporte público”, de acordo com um comunicado do Governo italiano.

Com as novas limitações no uso dos autocarros e do metro, que em Roma, por exemplo, circulam apenas em 25% de sua capacidade, as autoridades querem impedir que a população volte a utilização em grande escala os carros, o meio de transporte preferido pelos italianos.

Cerca de 16,5 milhões de pessoas utilizavam o automóvel para se deslocarem ao trabalho, em comparação com os três milhões que andam a pé ou de bicicleta.

Embora a vigência da ajuda dure apenas até ao final de 2020, o Governo pretende estender esse programa de ajuda aos anos seguintes, mas dando maior destaque ao transporte público, “contra o uso de veículos altamente poluentes”.

Antes da chegada dos auxílios estatais, muitas cidades já estavam a desenvolver os seus programas para promover o uso de bicicletas, incluindo zonas pedonais nos centros históricos ou a construção de ciclovias.


 
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *