“Governo de Rui Costa faz política de partido” – Simões Filho Fm
Redação

“Governo de Rui Costa faz política de partido”


  •  
  •  
  •  

O deputado federal e candidato à reeleição José Carlos Aleluia (DEM) disse, ontem, que, se eleito, o postulante ao governo da Bahia, José Ronaldo (DEM), deve ter uma postura diferente do governador Rui Costa (PT), que tenta a recondução ao posto. Para ele, o petista tem um “governo que faz política de partido”.

“Falta competência, falta gestão e falta foco no desenvolvimento do estado. E sobra politicagem. Estiveram ao lado do governo federal por uma década e só fizemos comer poeira dos outros estados. Não se fala do papel do Estado no combate ao desemprego. O próximo governador, que eu espero que seja este grande gestor público chamado Zé Ronaldo, deve ter como prioridade mudar a chave de um governo que faz política de partido para um governo que faça política de Estado com o foco no desenvolvimento e na geração de empregos”,

Para o presidente do DEM na Bahia, a gestão petista é uma “continuação de um desastre”. “Se esse governo fosse sério e tivesse algum comprometimento com o desenvolvimento da Bahia, a fila de regulação na saúde já teria acabado. Não acaba porque é uma ferramenta política hoje a serviço do PT.

O mesmo para a Segurança Pública e para a Educação. Qual o sentido de manter a mesma política de segurança pública que ampliou em mais de 100% o número de homicídios? Qual o sentido de seguir com um modelo de educação que colocou nossos jovens em último lugar em comparação ao resto do país? Respondo: motivo político”, disse.

Aleluia avaliou que o seu mandato de 2015 a 2018 foi o “mais importante”, porque a Câmara dos Deputados viveu uma situação “conturbada”. “Tivemos um processos de impedimento do presidente da Câmara e da presidente da República; dois processos de pedido de licença para processar um presidente; e a discussão de reformas ponderou. Este foi o mandato mais importante que tive por ter que atuar de forma ativa na solução de impasses institucionais relevantes do nosso país.

Tenho orgulho de ter representado a Bahia e os meus eleitores influindo na condução do Congresso Nacional. Ao mesmo tempo consegui conquistas individuais importantes”, avaliou.  Para Aleluia, o plano nacional mais uma vez terá impacto na eleição baiana. “Sempre impactou. E faltando 20 dias, ainda estamos a uma eternidade do pleito”, pontuou.

Fonte:  Tribuna


  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *